BENVINDO

Minha foto

 Sou servo do Senhor desde 2001,sirvo a Deus na Igreja do Evangelho Quadrangular,  obreiro formado no Instituto Teológico Quadrangular, professor da Escola Bíblica,  casado com Elisângela a 25 anos , pai de 2 filhos maravilhosos,  buscando cada dia conhecer mais ao Senhor. Meu maior desejo é ser " uma bênção" e abençoar àqueles que estão perto e através da web os que estão longe.  Que as bênçãos do Senhor seja transbordante sobre a sua vida, sobre sua casa , sobre sua família, sobre o seu ministério, querido(a) e amado(a) irmão(ã) em Cristo Jesus. 

segunda-feira, 27 de março de 2017

[Reflexoes] #1# Uma Árvore morta Ou Dezenas De Árvores Vivas?


Para Refletir...(28/03/17) - Uma Árvore morta Ou Dezenas De Árvores Vivas?

"Em todas estas coisas, porém, somos mais que vencedores,
por meio daquele que nos amou" (Romanos 8:37).


Dois amigos estavam fazendo um passeio na floresta. Em
determinado momento, um deles perguntou ao outro: " Qual o
motivo de sua tristeza? Percebo que não anda bem nos últimos
tempos". O amigo, sem levantar o rosto, respondeu: "Na
realidade, estou triste porque não tenho valor algum! Não
vejo nada de positivo no que faço. Vejo a prosperidade de
muitos e, em mim, apenas fracasso". Seguiram em silêncio por
alguns minutos e, ao chegarem em uma clareira, o primeiro
tornou a perguntar: "O que vê de importante ao nosso redor?"
O outro respondeu: "Vejo que aquela árvore ali está morta,
sem nenhuma folha". O primeiro sorriu e disse: "Temos
centenas de belas árvores ao nosso redor e você reparou
exatamente na que está morta. Esta é nossa tendência --
olhar sempre para o ruim, esquecendo que o bom é muito maior
e mais importante."


Essa é a pura verdade. Podemos conquistar dezenas de
vitórias que só lembraremos da única derrota. Um amigo pode
ter dezenas de virtudes que só enxergaremos o único defeito.
Podemos receber uma infinidade de sorrisos durante o dia que
ficaremos de mau-humor porque uma certa pessoa passou por
nós sem sorrir ou nos cumprimentar.


Seríamos muito mais felizes se ignorássemos os
acontecimentos negativos e levássemos em conta apenas o que
de positivo e bom acontece conosco. Por que dizer que não
fazemos nada de bom se falhamos somente algumas poucas
vezes. E o resto? E os muitos momentos de regozijo que
tivemos durante a vida? Vamos esquecer tudo por causa de uma
falha?


Olhe para a frente e sorria. Você é mais importante que suas
decepções. Você é uma bênção para Deus. Pode até fracassar
de vez em quando, mas sua vida será sempre plena de
vitórias.


* * * * * * * * * *

*****
Caso tenha um amigo que deseja receber as reflexões diárias
e não participar de listas, basta clicar no link indicado
no final e assinar a lista de envio de apenas uma mensagem
diária.
*****

Paulo Roberto Barbosa. Um cego na Internet! Visite minha homepage:
Ministério Para Refletir

Você deseja apoiar esse Ministério? Clique aqui

Assine a Lista de Reflexões
Caso você deseje receber as reflexões diárias diretamente em sua mailbox, apenas clique abaixo e coloque seu nome e email.
inscrever@ministeriopararefletir.com.br

Caso queira sair da lista Reflexões, apenas clique abaixo e coloque seu nome e email.
sair@ministeriopararefletir.com.br

[Reflexoes] #1# Será Suficiente?

Para Refletir...(27/03/17) - Será Suficiente?

"Tu, porém, és um Deus pronto para perdoar, clemente e
misericordioso, tardio em irar-te e grande em beneficência"
(Neemias 9:17).


Regina estava sentada sozinha em um banco no pátio da
escola. Seu semblante mostrava profunda tristeza. Uma de
suas amigas se aproximou e perguntou o que estava
acontecendo. "Disse umas bobagens para a Renata, em um
momento de raiva. Fui grosseira e mal-educada. E ela não
merecia. Estou me sentindo muito mal". "Por que não vai até
ela e pede perdão?" perguntou a amiga. "Porque essa é uma
solução muito simples e creio que não vai funcionar",
concluiu Regina.


Como é maravilhoso saber que mesmo sendo maus, mentirosos,
incrédulos, rebeldes, egoístas e arrogantes, basta um
simples pedido de perdão por nossas atitudes e receberemos o
abraço amoroso do Senhor, seus cuidados e proteção, sua
presença conosco todos os dias de nossas vidas.


Ele nos amou e se ofereceu para pagar o preço de nossos
pecados. Ele foi crucificado e mesmo sofrendo em nosso
lugar, clamou ao Pai para que nos perdoasse. Um simples
abrir o coração, reconhecendo nossos erros é suficiente.
Nossos nomes são escritos no Livro da Vida, somos feitos
"filhos de Deus", temos o direito à vida eterna ao lado de
Cristo.


O homem tenta, de todas as maneiras, aproximar-se de Deus.
Faz coisas incríveis na tentativa de agradá-lo, inventa todo
tipo de ritual, oferece a Ele tudo que lhe ensinam. Mas...
pura perda de tempo. A aproximação é bem mais simples do que
imagina... basta se arrepender e pedir perdão... e tudo o
mais o Senhor fará.


Você se sente longe de Deus? Peça perdão por seus pecados...
nada mais que isso.


* * * * * * * * * *

*****
Caso tenha um amigo que deseja receber as reflexões diárias
e não participar de listas, basta clicar no link indicado
no final e assinar a lista de envio de apenas uma mensagem
diária.
*****
Paulo Roberto Barbosa. Um cego na Internet! Visite minha homepage:
Ministério Para Refletir
Você deseja apoiar esse Ministério? Clique aqui
Assine a Lista de Reflexões
Caso você deseje receber as reflexões diárias diretamente em sua mailbox, apenas clique abaixo e coloque seu nome e email.
inscrever@ministeriopararefletir.com.br
Caso queira sair da lista Reflexões, apenas clique abaixo e coloque seu nome e email.
sair@ministeriopararefletir.com.br

Devocionais Diários

Devocionais Diários


Poder Para Mudar o Seu Mundo

Posted: 26 Mar 2017 08:01 PM PDT

"Pedro respondeu: 'Arrependam-se, e cada um de vocês seja batizado em nome de Jesus Cristo, para perdão dos seus pecados, e receberão o dom do Espírito Santo. Pois a promessa é para vocês, para os seus filhos e para todos os que estão longe, para todos quantos o Senhor, o nosso Deus chamar.'" (Atos 2:38-39)

Do ponto de vista humano, não tinha como os discípulos estarem prontos para a tarefa de ser as testemunhas de Jesus no mundo. Sua fé era fraca. Haviam falhado em seu testemunho público e em sua fé privada. Simão Pedro, seu líder reconhecido, negou abertamente o Senhor. Como eles poderiam sair e mudar o mundo?

Como? Pelo poder que eles ainda não tinham, mas logo teriam. Jesus lhes disse: "Mas receberão poder quando o Espírito Santo descer sobre vocês, e serão minhas testemunhas em Jerusalém, em toda a Judéia e Samaria, e até os confins da terra" (Atos 1:8). Em outras palavras: "Aqui está como você vai fazer isso: com poder - poder que eu lhe darei... poder para falar e compartilhar sua fé... poder para deixar seu mundo de cabeça para baixo.

A palavra que Jesus usou para "poder" (ou virtude) vem da palavra grega dunamis. Esta palavra entrou em nossa língua quando Alfred Nobel fez a descoberta que se tornaria sua fortuna. Nobel descobriu um poder que era mais forte do que qualquer coisa que o mundo havia conhecido até aquele momento. Ele perguntou a um amigo, um estudioso grego, qual era a palavra para o poder explosivo na língua grega. A palavra era dunamis, que conhecemos como "dinamite".

Este dispositivo explosivo que Nobel criou é realmente uma metáfora para o tipo de poder que Jesus estava falando aos discípulos. E como disse Pedro: "Pois a promessa é para vocês, para os seus filhos e para todos os que estão longe, para todos quantos o Senhor, o nosso Deus chamar" (Atos 2:39). O poder que foi dado aos crentes do primeiro século está disponível para nós hoje: o poder do Espírito Santo.
Link para o texto original

Devocionais



Pastor Sérgio Fernandes
 Palavra Que Transforma
Excelentes em Justiça!  |  Pastor Sérgio Fernandes

Mateus 5:20 - Porque vos digo que, se a vossa justiça não exceder a dos escribas e fariseus, de modo nenhum entrareis no reino dos céus.

É comum lermos o sermão da Montanha e sentirmos certo aperto no coração, ao nos depararmos com uma série de instruções de Jesus Cristo, tão confrontantes com os valores que regem a sociedade. O Salvador era direto em suas colocações e deixou ali o que espera de cada um de nós.

Eu acho contundente sua afirmação de que nossa justiça deve exceder a dos escribas e fariseus. Esses eram os "top de linha" da sociedade judaica; quaisquer pessoas que olhasse para estes homens os veriam como os "supercrentes" de hoje. Jesus, porém, os viu como sepulcros caiados. Enquanto nós julgamos as aparências, Cristo sabia que a vida aparentemente justa que os tais viviam era na verdade uma bela faixada para corações repletos de orgulho e pecado. E os que vivem assim de modo algum poderão herdar a promessa do reino.

Como você tem vivido diante do Senhor? Tem sido honesto consigo mesmo, ou prefere demonstrar uma religiosidade que não é a sua? Nossa justiça excede a dos fariseus quando, diferente deles, confiamos unicamente na graça de Deus para nos salvar; esta justiça se torna real quando nos voltamos a Cristo com fé e confiamos em Sua preciosa salvação.

Chega de ser fariseu! O Pai quer lhe ensinar a benção de ser filho neste dia!

Deus te abençoe!



Clique aqui para ler essa Devocional completa

Pr. Olavo Feijó
 Gotas Bíblicas
Consequências da obediência  |  Pr. Olavo Feijó

Salmos 34:9 - Temei ao SENHOR, vós, os seus santos, pois nada falta aos que o temem.

Uma das traduções de "temer ao Senhor" é "obedecer ao Senhor".

Clique aqui para ler essa Devocional completa



Por favor não responda a esse email. Clique aqui se você deseja falar com a nossa equipe.
Respeitamos sua privacidade - você está recebendo esse email por estar cadastrado no AmorEmCristo.com. Clique aqui se deseja cancelar o envio de devocionais.

BÍBLIA A PALAVRA DE DEUS

BÍBLIA A PALAVRA DE DEUS


O Irmão do Filho Pródigo

Posted: 26 Mar 2017 08:00 PM PDT


Lucas 15: 25


          INTRODUÇÃO

            Quando o Senhor Jesus contou a parábola do Filho Pródigo, procurou mostrar a todos a misericórdia de Deus e o seu desejo em perdoar aquele que estivesse distante da casa do Pai, recebendo-o como filho em seguida.
            Mas Jesus também fez referência ao segundo filho, aquele que permaneceu na casa do pai, servindo cada dia aparentemente com fidelidade. Este filho, apesar de estar junto do seu pai, tinha problemas em sua vida, que se manifestaram com o retorno do seu irmão que se havia perdido.

            DESENVOLVIMENTO

·        O filho mais velho estava no campo... - Ele havia ficado na fazenda do seu pai, e lá permanecido todo o tempo. Este filho representa aqueles que estão na igreja todos os dias, participando de suas atividades, orando, jejuando, etc., mas fazendo estas coisas como que por obrigação, como uma rotina e não de coração puro.

·        Veio teu irmão; e teu pai matou o bezerro cevado... mas ele se indignou... - Ao saber da festa preparada para o filho mais novo, ao ver a alegria e a atenção que todos deram ao recém-chegado, o filho mais velho se revoltou contra seu pai, e se encheu de ciúmes e indignação, e não quis entrar em casa e participar da festa. Ele não entendeu a atitude de seu pai e de todos na fazenda com a volta do filho pródigo, e isso mostra que ele não sentia nenhum amor pelo seu irmão; ele era indiferente com relação à sua salvação.
Há pessoas na igreja que, apesar de estarem presentes nos trabalhos que são realizados, não têm entendido o amor de Deus para com as almas perdidas, e nem a Obra que tem realizado na igreja. Esses irmãos também não têm noção de seus "direitos" espirituais, concedidos pelo Pai através do Senhor Jesus. Deus tem uma grande preocupação com a salvação do homem, e a Bíblia diz que há júbilo nos céus por um pecador que se arrepende. No entanto, muitos na igreja são insensíveis a isso e não se preocupam com aqueles que precisam de salvação, não evangelizam e nem convidam seus amigos para participarem dos cultos na igreja.

·        Te sirvo a tantos anos... e nunca me deste um cabrito...- Ao reclamou do pai por nunca lhe haver tratado daquela forma, ele deixou de reconhecer a morte e sacrifício de Jesus em seu favor também - o bezerro cevado. Ele expôs a sua justiça própria quando reclamou de seu serviço contínuo na fazenda, e deixou claro que o desejo do seu coração era estar se banqueteando com seus amigos lá de fora, não na fazenda de seu pai.

·        Filho, tu sempre estás comigo e todas as minhas coisas são tuas... - O Pai enviou o Senhor Jesus, que deu sua vida por nós, para que fôssemos recebidos como filhos e tomássemos posse de todo as as coisas que Ele preparou para nós, pela fé no seu Nome. O apóstolo João escreveu: "Estas coisas vos escrevi para que saibais que tendes a vida eterna..." - I Jo 5: 13. Ter a vida eterna é viver tudo aquilo que Jesus conquistou na cruz - segurança, vitória, preservação, livramento, saúde, felicidade e salvação.

            CONCLUSÃO


            Estar em comunhão com Deus não significa estar na igreja simplesmente, mas é pensar como o Senhor pensa, agir como Ele age e sentir o que o Senhor sente. Aquilo que mais alegra o coração do nosso Pai Celeste é quando alguém se arrepende e alcança a salvação - Jo 15: 7.

KAIROS Ministério Missionário

KAIROS Ministério Missionário


O SAGRADO E O PROFANO

Posted: 26 Mar 2017 01:00 AM PDT

"TUDO O QUE É PROFANO É IMUNDO E QUE TUDO O QUE É SAGRADO É SANTO?"

Levando-se em consideração os aspectos puramente linguísticos e dentro do contexto cúltico da religião judaico-cristã, pode-se afirmar que a definição exigida pela pergunta depende do contexto em que se encontram as palavras.

É interessante observar que a resposta para o primeiro par de termos, aparentemente sinonímicos, "profano-imundo", deve ser dada na negativa. Isto porque, nem sempre o que é profano deve ser tomado por imundo, já que em contextos diferentes o significado recai não necessariamente em aspectos de pureza, mas de ordinariedade – de coisa comum – por exemplo, a palavra Koinon.

Já o mesmo não pode ser dito do segundo par de termos "sagrado-santo", pois a própria definição do termo hieros (consagrado) e "santo" (separado), exige que eles sejam interpenetrantes. Sendo assim, tudo o que é sagrado deve possuir necessariamente uma santidade.

Entretanto, os termos, "sagrado" e "profano", são categorias dicotômicas que servem como ferramentas teóricas à Ciência da Religião, mas especialmente à antropologia e que pela abrangência semântica não se condiciona em reducionismos.

Apesar das línguas originais bíblicas trazerem palavras que expressem a dicotomia em suas variadas nuances, todavia, ela foge à esfera puramente teológica e se difunde culturalmente em outras esferas sociais.

"Sagrado" e "profano" ganham novos significados nas Ciências da Religião. Apresentam-se enquanto categorias teóricas religiosas para explicar o mundo sobrenatural em contraposição ao mundo natural.

Dependendo do campo de pesquisa e da plataforma teórica envolvida ele pode assumir diversos significados.

Há uma discussão muito interessante dos críticos da fenomenologia da religião clássica sobre Rudolf Otto a respeito da categoria explorada por ele em sua obra Das Heilige (O Sagrado) quanto ao termo sagrado. O sagrado para Otto é ontológico e totalmente "Outro", abrangendo, mas não se esgotando no conceito judaico-cristão de Deus.

Já Émile Durkheim afirmava que "existe religião tão logo o sagrado se distingue do profano" (1996, p.150). Aqui Durkheim não trabalha o sagrado pelo seu aspecto metafísico, na verdade o sagrado pode ser "puro" ou "impuro". Tudo o que não pode ser sagrado está na esfera do profano.

Para o antropólogo René Girard "É a violência que constitui o verdadeiro coração e alma secreta do sagrado" (1998, p.46). Sagrado para ele possui o significado de religião.

Em Ferraroti o sagrado não aparece esgotar-se na religião institucionalizada que ele denomina de "religião-de-igreja". Para ele o sagrado se expressa de formas diversas, inclusive na sociedade moderna.

Até aqui, com estes parcos e singelos exemplos, tentei mostrar as várias nuances que o termo adquire nas teorias das ciências da religião.

Apesar de o artigo ter-se desviado sutilmente do propósito original – o teológico – é excitante pensar em uma investigação em direção a definição do termo "sagrado" e "profano" dentro de uma sociedade materialista e dessacralizada como a nossa. Fica aí a provocação.

Referências
DURKHEIM, È. As formas elementares da vida religiosa.  São Paulo: Martins Fontes, 1996.
FERRAROTI, Franco. Una fede senza dogmi. Laterza: Roma-Bari, 1990.
GIRARD, R. A Violência e o Sagrado. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1998.
OTTO, R. O Sagrado. Lisboa: Edições 70, 2005.

Prof. Paulo Cristiano da Silva

Por Litrazini

Graça e Paz 

domingo, 26 de março de 2017

[Novo post] * SIGAMOS EM FRENTE

salmo37 publicou: ""Prostra-se toda a terra perante ti, canta salmos a ti; salmodia o teu nome." v.4    "Continue a viagem. Siga adiante…" cantavam os adolescentes de um coral. Tinham apenas cantado as primeiras palavras daquela música, no domingo à noite, quando t"

Esboços de sermões

Esboços de sermões


O que você fará com Cristo?

Posted: 25 Mar 2017 12:38 PM PDT

O que você fará com Cristo?
Texto: Mateus 27:22

Introdução: "Que farei então de Jesus, que se chama Cristo?", é a pergunta mais importante que você pode fazer. Os sábios O recebem, mas os imprudentes O rejeitam.

I. O que depende do que você faz com Jesus?

A. Aceitação ou rejeição diante de Deus (Atos 13:39)
B. Tornar-se um filho de Deus ou permanecer um filho do diabo (João 1:12)
C. Ter paz (Romanos 5:1)
D. Ter alegria (1 Pedro 1:18)
E. Ter a vida eterna (João 3:36)

II. O que devemos fazer com Cristo?

Devemos fazer algo com ele - como Pilatos, não podemos lavar as nossas mãos.
A. Aceitá-lo ou rejeitá-lo
B. Deixá-lo entrar ou fechar-lhe a porta (Apocalipse 3:20)
C. Confessa-lo ou negá-lo (Mateus 10:32,33)
D. Ser a favor ou contra Ele (Mateus 12:30)

III. Qual é a sua identidade?

A. Rei Divinamente nomeado e ungido (Atos 2:36)
B. O Filho de Deus - (Como Ele mostrou isso?)
1. Pelas palavras que Ele falou
2. Pelas obras que Ele fez
3. Pelo efeito que Ele tem na história
4. Pela vida que Ele viveu
5. Por Sua própria ressurreição
C. Salvador (Isaías 53:5-6)

Conclusão: Pense em quanto depende do que você faz com Jesus. O que você fez com Ele pessoalmente? Você o recebeu ou o rejeitou?

O que custa não ser um cristão

Posted: 25 Mar 2017 12:36 PM PDT

O que custa não ser um cristão
Texto: Mateus 16:26

Introdução:

1. Definição - Um cristão é aquele que vem como um pecador perdido; ele aceita Cristo como Salvador; Confessa-O como Senhor; e se esforça para agradá-Lo.
2. Perigo - "perder sua própria alma"
3. Destruição - Estar separado do Deus Santo e dos santos redimidos para sempre (morte eterna).

I. Custa o sacrifício da paz.

A. A paz é possessão de um Cristão (Romanos 5:1).
B. A paz é uma estranha para o incrédulo (Isaías 57:21).

II. Custa o sacrifício da segurança.

A. Conservar (Isaías 26:3)
B. Controle (Romanos 8:28)

III. Custa o Sacrifício da Alegria (1 Pedro 1:8).

A. Alegria indizível "alegria inefável"
B. Alegria inegável "cheio de glória"

IV. Custa o Sacrifício da Esperança (Tito 1:12).

A. A essência disto - "vida eterna"
B. A extensão disto - garantir o futuro (é mais importante do que o presente).

V. Custa o sacrifício do favor de Deus (João 3:16).

VI. Custa o Sacrifício do Reconhecimento de Cristo (Mateus 10:32,33 - Marcos 8:38).

VII. Custa o Sacrifício da Vida Eterna (João 3:36).

VIII. Custa o Sacrifício da Destruição Eterna (2 Tessalonicenses 2:8-9).

Senhor, envia-nos um avivamento

Posted: 25 Mar 2017 12:34 PM PDT

Texto: Salmo 85:6

Introdução: É evidente que há necessidade de reavivamento em nossas igrejas. É tão importante, que se uma igreja não experimenta, é uma questão de vida ou morte.

Precisamos de um novo fôlego de nosso Senhor para provocar o avivamento de que precisamos.

Precisamos urgentemente de receber um aviamento!

I. Problemas que exigem um avivamento

A. O culto formal
B. Pregação mecânica
C. Cantar de performance
D. Ocupação religiosa
E. Comunhão interrompida
F. Aumento do criticismo
G. Falta de oração
H. Falta de almas sendo salvas

II. Coisas práticas que produzirão um avivamento

A. Desejo por isso
B. Unidade em buscá-lo
C. Abandono de todos os pecados conhecidos
D. Oração por isso
E. Liderança espiritual - (Mostrar às pessoas que Deus está disposto a enviar o avivamento)

III. Soluções abundantes que o avivamento trará

O verdadeiro avivamento resolverá todos os problemas na igreja.
A. Ele resolverá problemas financeiros
B. Ele resolverá problemas de irmãos magoados.
C. Resolverá problemas de crítica.
D. Ele irá resolver problemas de assistência.
E. Ele resolverá o problema da salvação.