BENVINDO

Minha foto

 Sou servo do Senhor desde 2001,sirvo a Deus na Igreja do Evangelho Quadrangular,  obreiro formado no Instituto Teológico Quadrangular, professor da Escola Bíblica,  casado com Elisângela a 25 anos , pai de 2 filhos maravilhosos,  buscando cada dia conhecer mais ao Senhor. Meu maior desejo é ser " uma bênção" e abençoar àqueles que estão perto e através da web os que estão longe.  Que as bênçãos do Senhor seja transbordante sobre a sua vida, sobre sua casa , sobre sua família, sobre o seu ministério, querido(a) e amado(a) irmão(ã) em Cristo Jesus. 

terça-feira, 30 de maio de 2017

Devocionais



Pastor Sérgio Fernandes
 Palavra Que Transforma
Diga não ao apego as riquezas!  |  Pastor Sérgio Fernandes

2 Timóteo 2:9 - Por isso sofro trabalhos e até prisões, como um malfeitor; mas a palavra de Deus não está presa.

O cristianismo é uma fé pura, espiritual, que em sua origem ensina o homem o caminho do céu e a forma adequada de se manter neste caminho. Tenho andado muito preocupado com algumas deturpações que nossa fé tem sofrido, por causa do engano de homens que, por medo de anunciar a fé como ela, tem contaminado toda uma geração com um evangelho distorcido e que não pode salvar.

Hoje, as pessoas procuram as igrejas querendo "mudar de vida", "para alcançar bênçãos terrenas", "para tirar o negócio da falência" e tantas outras coisas. Nos programas televisivos, as pessoas testificam que depois que oram para igreja, compraram casa na praia, trocaram de carro, entre outras coisas. Você nunca vê um testemunho de alguém dizendo que foi perdoado de seus pecados e que escapou da condenação do inferno pelo sacrifício de Jesus na cruz do Calvário. Por que será?

Esse tipo de mensagem não dá ibope. E eu preciso ser homem de Deus para anunciar a vocês que esse apego às riquezas traz consigo um perigo constante de tirarmos os olhos de Cristo e, com isso, abandonarmos a genuína fé e a salvação que Ele nos deu. Nada trouxemos para este mundo, e nada levaremos dele (1 Tm 6.7).

O evangelho NUNCA prometeu enriquecer ninguém (que diriam os apóstolos, todos pobres nesta vida, mas enriquecidos espiritualmente com uma herança que ninguém lhes pôde roubar).

Tire os olhos do dinheiro! Tire os olhos das coisas dessa vida! Firme sua fé em Jesus Cristo e cresça na sua salvação! Essa é a verdade, este é o genuíno viver que te conduzirá para o céu de glória!

Deus te abençoe!



Clique aqui para ler essa Devocional completa



Por favor não responda a esse email. Clique aqui se você deseja falar com a nossa equipe.
Respeitamos sua privacidade - você está recebendo esse email por estar cadastrado no AmorEmCristo.com. Clique aqui se deseja cancelar o envio de devocionais.

KAIROS Ministério Missionário

KAIROS Ministério Missionário


A BÊNÇÃO DE TER DEUS NO CONTROLE

Posted: 29 May 2017 01:00 AM PDT

Paulo e Silas estavam na cidade de Filipos, Macedônia, por causa de uma visão (Atos 16:9). Por duas vezes antes de chegar naquela nação ele havia tentado rumar para outras direções. A primeira vez para a Ásia (Atos 16:6) e a segunda vez para a Bitínia (Atos 16:7). E nas duas ocasiões o Espírito Santo havia impedido.

Quantas vezes em nossas vidas tentamos fazer coisas que nunca dão certo? Às vezes, inclusive, estamos tão imbuídos das melhores intenções (o caso de Paulo, por exemplo, que era para fazer missões, pregar a Palavra de Deus) que ficamos a nos perguntar "O que deu errado?" ou "Por que deu errado?".

A questão é que Deus não queria Paulo nem na Ásia nem na Bitínia. Deus queria Paulo na Macedônia. E essa é a questão. Se não estivermos, ou não nos colocarmos nos centro da vontade de Deus, as coisas nunca sairão como queremos ou esperamos.

Uma situação que lembra Ageu 1:9, onde o povo esperava muito e o que recebia era pouco, e o pouco que vinha logo era dissipado. E por quê? Porque estavam longe da vontade de Deus. Estavam vivendo a sua vontade pessoal. A sua vontade particular.

Haviam se tornado negligentes. Desleixados com a causa de Deus. E esse é um risco silencioso que devemos vigiar em nossas vidas com todo o cuidado. Jamais perder a vigilância de nós mesmos.

Lembra também Jonas, o teimoso, que quanto mais tentava se esconder pior ficava sua situação.

Ao perceber o que Deus queria, Paulo rumou para a Macedônia, chegando, como vimos no início, a Filipos. E apesar de ter ficado nessa cidade por pouco tempo, foi um importante instrumento nas mãos de Deus em pelo menos três obras poderosas: as conversões de Lídia e do carcereiro e sua família, e a libertação de uma jovem possessa de um demônio adivinhador.

Moral da história: Deus não nos chama para nada. Nenhum de nós. Não nos salva à toa. Ele tem um propósito para as nossas vidas, e isso passa pela realidade de ele quer nos usar, quer fazer de nós instrumentos, vasos de honra. Para sua honra

No intervalo dessa ação de Deus encontramos Paulo e Silas presos, acorrentados os pés e as mãos em um tronco, como se fossem os criminosos mais perigosos da Macedônia. Talvez no fundo em algum momento Paulo tenha se perguntado se tivesse ido para a Ásia e para a Bitínia não tivesse sido melhor. Afinal, a visão que tiveram os levou ao cárcere, ao castigo físico (Atos 22:23), à humilhação pública.

E aqui que podemos ver alguns mistérios de Deus revelados.
1. Romanos 8:28 "Sabemos que todas as coisas concorrem para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito"

Muitas vezes não entendemos porque, aparentemente, as coisas não estão dando certo. Ou mesmo que Deus esqueceu de nós. Mas acredite, se tivesse ido para a Ásia ou para a Bitínia, a situação de Paulo seria bem pior.

Basta lembrar mais uma vez o caso de Jonas. Ele se recusava a pregar em Nínive, na época uma cidade violentíssima, pagã. Achou ser mais seguro e confortável ir de barco para Társis. Resultado: o ventre do peixe, bem pior que pregar em Nínive.

Se amarmos a Deus, como diz o versículo em Romanos 8:28, o que vier é na frente é lucro ou mal menor. Davi aprendeu isso e disse no Salmo 37:5 "Entrega o teu caminho ao Senhor, confia nele, e o mais ele fará" (ACF). A BJ trás uma tradução ainda mais interessante. Ela termina com a expressão "e ele agirá".

Se eu amo a Deus, vivo para ele, sou instrumento em suas mãos, sou bênção e não maldição, minha boca é usada para adorar e louvar e não para murmurar, me comporto como ovelha e não bode, então deve esperar que ele aja em meu favor. E ele agirá, como diz a Bíblia, porque ele é fiel

2. II Coríntios 9:6 "E digo isto: O que semeia pouco, pouco também ceifará, e o que semeia com fartura, com fartura também ceifará" Com Deus não há vitória sem luta. Não há colheita sem semeadura. Não há unção sem santidade. Não há poder sem Palavra. Não há salvação sem se abdicar de muitas coisas.

Paulo havia sido separado para uma grande obra. Não fez nada para merecer aquilo e por isso mesmo Deus o escolheu. Mas para se conseguir grandes coisas de Deus deve-se antes se fazer coisas grandes para Deus. Antes de receber as tábuas da Lei Moisés ficou quarenta dias no monte em consagração. Para receber uma resposta a uma oração Daniel jejuou por vinte e um dias. A grande obra que Paulo faria na Macedônia exigia mais do que simplesmente querer.

Era preciso enfrentar o inimigo. A incredulidade. A ganância dos poderosos, que foi a causa de sua prisão (Atos 16:19). Mas ali haviam vidas em jogo, uma obra a ser realizada, e ele, Paulo, sabia que Deus estava no comando da situação e era hora de colocar a fé para agir, não dava mais para voltar atrás, como bem mostra o autor em Hebreus 10:38. Essa é a verdadeira obra de Deus, "Os que semeiam com lágrimas, ceifarão com cânticos de alegria" (Salmos 126:5).

3. Atos 16:24-25 "Ele, tendo recebido tal ordem, lançou-os no cárcere interior, ('a parte mais interna da prisão' / BJ), e lhes segurou os pés no tronco. Perto da meia noite Paulo e Silas oravam e cantavam hinos, e os outros presos os escutavam".

Acredite. Chega uma hora em que não vai dar mais para fazer nada. Quando isso acontecer, ore e louve ao Senhor, porque só ele terá a solução para o problema. Não era o que fazia Moisés o tempo inteiro? Dá para imaginar dois camaradas com as costas dilaceradas de açoites, acorrentados pés e mãos em um tronco, dentro de um beco escuro e fétido entoando cânticos de louvor ao Rei?

Sim, sabemos o quanto isso é difícil e como sempre temos a desculpa de dizer "mas era Paulo". Por isso Deus permitiu que Silas estivesse junto. Para que todos vissem e vejam que fé não é só privilégio de apóstolos especiais. Quem era Silas? Um obreiro dedicado que amava a Deus. Era alguém que qualquer um de nós poderia ser. E muitos são.

O Deus que fez a terra tremer debaixo dos pés de seus servos é o mesmo Deus até hoje. Seu poder permanece inalterado. Ele continua fazendo qualquer coisa que queira. O homem não tem autoridade para lhe impor limites.

Para que tudo isso aconteça. Para que estejamos sempre no centro da verdade de Deus, precisamos trazer Jesus para o centro de nossas vidas. Precisamos nos arrepender dia após dia de nossas transgressões e começar a caminha rumo à luz de Cristo.

Precisamos mudar, e buscar sermos cada vez mais parecidos com ele, imita-lo. Ele mandou que fizéssemos isso: imita-lo. E mesmo sabendo que nunca seremos como ele, mas ficamos satisfeitos que em saber que morremos tentando. E o primeiro passo é reconhecê-lo e recebe-lo como único e suficiente Salvador de nossas vidas.

Neto Curvina

Por Litrazini

Graça e Paz

segunda-feira, 29 de maio de 2017

[Reflexoes] #1# Ricos De Verdade


Para Refletir...(30/05/17) - Ricos De Verdade

"Quem confia nas suas riquezas cairá, mas os justos
reverdecerão como a folhagem" (Provérbios 11:28).


Certo homem, muito rico, disse a um amigo: "Tenho me sentido
triste nos últimos tempos. Não sei o motivo, mas não consigo
encontrar o caminho da verdadeira felicidade". O amigo, sem
pensar muito, comentou: "O grande problema de sua vida é que
é muito pobre. E a pobreza causa tristeza". O homem rico,
surpreso com o que disse o amigo, respondeu: "Se há uma
coisa que não sou é pobre. Sou dono de várias empresas,
inclusive fora do país". "Não é dessa riqueza que estou
falando", completou o outro, "e sim da riqueza que dura para
a vida eterna. Há pessoas que parecem pobres, por não terem
dinheiro, que são mais ricas que você. O seu dinheiro será
deixado aqui no mundo, mas a riqueza que realmente tem
valor, a salvação em Jesus Cristo, essa permanecerá para
sempre."


A pobreza -- ausência de Jesus no coração -- não permite ao
homem ser verdadeiramente feliz. Pode ter alguns momentos
passageiros de aparente alegria, mas ela acaba quando o
dinheiro acaba, quando um negócio não vai bem, quando o
carro importado não anda mais, quando as ações da bolsa
despencam. Muitos milionários se suicidaram quando a Bolsa
de Nova Iorque quebrou. E outros definharam até o fim da
vida, pela angústia de perder tudo que possuíam.


Os ricos de verdade -- tendo muito dinheiro ou não -- são
felizes porque confiam no Senhor, porque sabem que nada
acontece sem que Deus permita, porque colocaram o patrimônio
nas mãos do Senhor e sabem que sua felicidade não está no
dinheiro e sim no Senhor que lhes deu o que têm. Se têm um
bom saldo bancário, louvam a Deus; se não têm, louvam da
mesma maneira, certos de que nada lhes faltará e de que nada
lhes tirará a alegria.


Você é rico ou pobre? Onde está a sua alegria?


* * * * * * * * * *

*****
Caso tenha um amigo que deseja receber as reflexões diárias
e não participar de listas, basta clicar no link indicado
no final e assinar a lista de envio de apenas uma mensagem
diária.
*****

Paulo Roberto Barbosa. Um cego na Internet! Visite minha homepage:
Ministério Para Refletir

Você deseja apoiar esse Ministério? Clique aqui

Assine a Lista de Reflexões
Caso você deseje receber as reflexões diárias diretamente em sua mailbox, apenas clique abaixo e coloque seu nome e email.
inscrever@ministeriopararefletir.com.br

Caso queira sair da lista Reflexões, apenas clique abaixo e coloque seu nome e email.
sair@ministeriopararefletir.com.br

Devocionais



Pr. Olavo Feijó
 Gotas Bíblicas
Cristão amadurecido é igual criança...  |  Pr. Olavo Feijó

Mateus 18:3 - E disse: Em verdade vos digo que, se não vos converterdes e não vos fizerdes como meninos, de modo algum entrareis no reino dos céus.

Os discípulos perguntaram a Jesus sobre quem teria o maior prestígio, no Reino do Céu. Dada a imaturidade da pergunta, Jesus ampliou o tema e usou uma intrigante figura de linguagem. "Jesus chamou uma criança, colocou-a na frente deles e disse: Eu afirmo a vocês que a verdade é a seguinte – se vocês não mudarem de vida e não ficarem iguais às crianças, nunca entrarão no Reino do Céu. A pessoa mais importante no Reino do Céu é aquela que se humilha e fica igual a esta criança" (Mateus 18:2-4).

O símbolo "criança" é de um enorme potencial de ensino. Ao dizer que o objetivo da vida cristã deve ser semelhante ao de uma criança, Jesus enfatizou a qualidade do nosso desenvolvimento. Nosso início é a decisão de aceitar como definitivo o senhorio de Jesus. Só que ser crente não estaciona no novo nascimento, como acontece com a criança. O indivíduo infantil não para de crescer, de experimentar, de errar, de insistir, de mudar, de acordo com o modelo que o Criador imprimiu no seu equipamento genético.

Ninguém para de se desenvolver, na direção do "Varão Perfeito", quando entra na Nova Terra. Temos que começar como criança, porque não nascemos adultos. Ao dizer que devemos seguir o padrão "criança" a mensagem de Jesus, em última análise, é nos alertar contra imaturidade espiritual. É essencial não esquecer: nunca Jesus mandou cristão nenhum permanecer na infância. Detalhe: se é que entendemos bem a mensagem de Jesus, mesmo no céu continuaremos ativos (João 5:17).


Clique aqui para ler essa Devocional completa

Pastor Sérgio Fernandes
 Palavra Que Transforma
O seu falar te denuncia?  |  Pastor Sérgio Fernandes

2 Timóteo 2:16 - Mas evita os falatórios profanos, porque produzirão maior impiedade.

Nós, crentes em Cristo Jesus, precisamos ter identidade no nosso falar.

Clique aqui para ler essa Devocional completa



Por favor não responda a esse email. Clique aqui se você deseja falar com a nossa equipe.
Respeitamos sua privacidade - você está recebendo esse email por estar cadastrado no AmorEmCristo.com. Clique aqui se deseja cancelar o envio de devocionais.

Devocionais Diários

Devocionais Diários


Sem Exceções

Posted: 28 May 2017 08:01 PM PDT

"Para que vocês venham a ser filhos de seu Pai que está nos céus. Porque ele faz raiar o seu sol sobre maus e bons e derrama chuva sobre justos e injustos." (Mateus 5:45

Quando uma crise entra em nossas vidas, a primeira coisa que geralmente nos perguntamos é: "Por que isso está acontecendo comigo, o que eu fiz para merecer isso?" Em princípio, não há respostas reais para perguntas como esta. Na verdade, é muito improvável que tenhamos as respostas para os por quês da vida antes de chegarmos ao Céu.

De alguma forma, em nossas mentes tendemos a acreditar que, como cristãos, estamos isentos de sofrimento. Que simplesmente nenhuma tragédia acontecerá conosco. Não teremos câncer. Não perderemos o cônjuge. Nunca vamos ter alguém que amamos morrendo em qualquer tipo de acidente. Não teremos problemas com os nossos filhos. Mas não importa o quanto possamos amar ao Senhor, as crises entrarão em nossas vidas. Não podemos controlar isso.

Ironicamente, depois que o nosso filho foi morar com o Senhor, as pessoas me disseram: "Por que, de todas as pessoas, isso foi acontecer justo com você?" Acho essa pergunta um tanto curiosa, uma suposição de que recebo um passe livre porque sou pastor. Mas eu vivo no mesmo mundo caído de todos os outros. Jesus disse que a chuva cai sobre os justos e os injustos (ver Mateus 5:45).

Então, acho que é muito importante não cometer o erro de sempre, de tentar encontrar uma relação de causa e efeito para tudo o que acontece. Por exemplo, se algo de ruim acontece, podemos dizer: "Bem, eles eram maus, e por causa disso, isso aconteceu em suas vidas". Isso pode até ser verdade, mas não é uma regra.

No entanto, às vezes coisas ruins acontecem e nem tudo tem relação de causa e efeito. É simplesmente porque o pecado está no mundo. E porque o pecado está no mundo, temos envelhecimento, doenças, deficiências e até mesmo a morte. Mas essas coisas nunca fizeram parte do plano original de Deus.

KAIROS Ministério Missionário

KAIROS Ministério Missionário


OS PLANOS DE DEUS

Posted: 28 May 2017 01:00 AM PDT

"Porque sou eu que conheço os planos que tenho para vocês", diz o Senhor, "planos de fazê-los prosperar e não de lhes causar dano, planos de dar-lhes esperança e um futuro". (Jeremias 29.11)

Enquanto os falsos profetas afirmavam confiantemente que Judá ficaria livre da ameaça babilônica, Jeremias declarava, com a mesma convicção, que Jerusalém cairia e se renderia diante do exército babilônico. Evidentemente, Jeremias estava certo.

A cidade caiu em 597 antes de Cristo, e os líderes da nação foram levados para o exílio na Babilônia.

Uma vez estabelecidos ali, Jeremias escreveu uma carta a todos os exilados, dizendo: "Construam casas e habitem nelas; plantem jardins e comam de seus frutos; casem-se e tenham filhos e filhas […]; busquem a prosperidade da cidade" (29.5-7).

Eles não deveriam dar atenção aos sonhos dos falsos profetas, que afirmavam que em breve eles retornariam a Jerusalém. Somente quando se completassem setenta anos de exílio o Senhor cumpriria a sua promessa e os traria de volta.

Essa promessa que Deus fez aos exilados na Babilônia tem sido aplicada aos cristãos em situação de angústia e dor: "Eu conheço os planos que tenho para vocês", declara o Senhor, "planos de fazê-los prosperar e não de lhes causar dano, planos de dar-lhes esperança e um futuro" (v. 11). Vejamos três aspectos dessa promessa:

DEUS TEM PLANOS PARA O SEU POVO.
A vida não acontece por acaso. Para muitos, o curso da história é semelhante a pegadas de uma mosca bêbada numa folha de papel em branco. Mas não é assim.

A vida não é aleatória, sem sentido ou absurda. Da mesma forma que Deus tinha planos para os exilados, ele tem planos para nós hoje.

DEUS CONHECE BEM OS SEUS PLANOS.
Ele não necess/ariamente os divulga, mas certamente os conhece.

Os pais costumam fazer planos para seus filhos antes mesmos de eles nascerem; assim também faz nosso Pai celestial.

OS PLANOS DE DEUS SÃO BONS.
Os exilados na Babilônia devem ter achado difícil crer nisso, mas Deus estava determinado a dar-lhes "esperança e um futuro".

No Novo Testamento isso talvez corresponda a Romanos 8.28, onde somos assegurados de que todas as coisas cooperam para o nosso bem.

E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito.Porque os que dantes conheceu também os predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho, a fim de que ele seja o primogênito entre muitos irmãos. Romanos 8.28-39

Retirado de A Bíblia Toda, o Ano Todo [John Stott]. Editora Ultimato.

Por Litrazini

Graça e Paz